iFNP Informa: Momento frágil no mercado de terras

Mercado de terras segue favorável aos compradores

De um ano para cá ocorreram significativas mudanças no mercado de terras brasileiro. E está claro que o momento de euforia verificado em 2003 e 2004 já passou. A realidade agora é outra: em apenas 12 meses os preços chegaram a cair até 51% em algumas regiões do Centro-Oeste ou até 29% no Sul do país. Gráfico de preços médio das terrasNo entanto, em média, os preços não chegaram a cair tanto.

Na realidade, as regiões que mais se desvalorizaram são áreas agrícolas, tradicionalmente utilizadas para o plantio de grãos. Como muitas dessas propriedades tem o preço formado em “sacas de soja”, a queda da cotação da commodity tende a comprometer o preço da terra.

A própria descapitalização dos produtores – claramente identificada pela redução do pacote tecnológico e da área plantada nesta safra – também acaba por pressionar os preços para baixo. A redução da área plantada faz com que diminua a procura por terras. Então, os preços perdem sustentabilidade e recuam para novos patamares. Esse é um dos motivos pelo qual os preços não caíram só em função da queda do preço da commodity. A relação de “sacas de soja” por hectare também foi alterada.

Mapa de preços médio das terrasHoje, devido à descapitalização do produtor, os investidores conseguem comprar pagando menos “sacas de soja” por hectare, o que reduziu consideravelmente o preço final. E ainda contam com outras vantagens: maior número de parcelas, prazo alongado ou até descontos especiais em negócios à vista.

Outro fator baixista foi a execução de contratos (e garantias) firmados para a safra 2004/05 não cumpridos e/ou não renegociados. Muitos produtores chegaram também a ser executados por fornecedores ou bancos a fim de saldar dívidas de custeio. É o que indica o mais recente Relatório de Análise do Mercado de Terras, publicação bimestral do Instituto FNP que conta com o apoio de mais de 300 colaboradores em todo o país.

Veja os principais tópicos do estudo:

 
Contexto e perspectiva
        Execução de garantias pressiona o mercado de terras
        Valorização: Centro-Oeste apresentou as maiores variações
        Maiores preços estão no Sul e Sudeste

Economia
        Retração na venda de insumos evidencia descapitalização do setor
        Qual a relação do mercado com a queda do câmbio?

Legislação
        PL 2.591/03: Exoneração do PIS/PASEP e Cofins
        PL 4.040/04: Imposto de importação e IPI
        PL 4.264/04: Isenção do IRPJ
        PL 5.422/05: Indicadores de produtividade
        MP 255: em vigor
        ICMS, seguro e Moderfrota

Agricultura: culturas anuais
        Redução da rentabilidade afeta o mercado de terras

Agricultura: culturas perenes
        Cana-de-açúcar: indicadores confirmam boas expectativas
        Laranja: Pressão por outros usos sustenta valorização dos pomares
        Café: mercado estável
        Cacau: preços sustentados
        Fruticultura: preços em alta

Pecuária: áreas de pastagem
        Elevação do preço da arroba poderá melhorar a margem do pecuarista

Reflorestamento
        Investimento mantém mercado aquecido

 

E ainda...
        Preços de terras por estado
        Preços por tipo de uso do solo
        Maiores valorizações
        Maiores desvalorizações

São 57 páginas de análises, gráficos e tabelas com dados atualizados do mercado de terras em todo o Brasil

Clique aqui para conhecer mais sobre esse produto ou ligue agora mesmo para
(11) 4504-1414.

 
José Vicente Ferraz
Pablo Paulino Lopes e
Cristiano Cabianca Ramos

engenheiros agrônomos, analistas do Instituto FNP

 


Sobre o Instituto FNP
O Instituto FNP é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que visa contribuir com o fomento do agronegócio por meio do fornecimento de dados, levantamentos estatísticos, análises e tendências de mercado.
Dentre suas publicações de maior visibilidade estão o AGRIANUAL e o ANUALPEC, anuários direcionados aos setores agrícola e pecuário, respectivamente.
A instituição foi constituída por iniciativa da FNP Consultoria & AgroInformativos, empresa de consultoria que há 15 anos atende ao agronegócio brasileiro, gestora do maior banco de dados do setor.

 
Rua Doutor Eduardo de Souza Aranha, 153 - 2º Andar CEP 04543-904 São Paulo-SP
Fone: (11) 4504-1414 - Fax: (11) 4504-1411

[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sul, Homem